Projetos de Pesquisa

Bioinsumos: redução de custos e rentabilidade na lavoura

FONTE: souagro.net ( https://souagro.net/bioinsumos-reducao-de-custos-e-rentabilidade-na-lavoura/ )


Ferroeste tem crescimento de 13% na movimentação de contêineres no 1º semestre
Municípios paranaenses recebem certificados de qualidade
Na região oeste do Paraná, entre Toledo e São Pedro do Iguaçu, o produtor rural Juliano Cavalca apostou nos bioinsumos. Há pelo menos seis anos, toda a propriedade de 600 hectares é beneficiada com essa prática e o principal motivo foi a redução de custos com aplicações intensivas de defensivos e fertilizantes.

‘’É um produto que você pode usar na sua lavoura, você mesmo produzindo, com custo extremamente baixo comparado com as outras formas de químicos, por exemplo. Tem resultado extremamente positivo. Tem também o ganho ambiental. O mundo fala muito sobre qualidade dos alimentos, a diminuição dos agrotóxicos…’’

O trabalho é complexo, mas de acordo com o produtor rural o custo-benefício compensa.

‘’A aplicação do fungicida químico pode custar R$400,00 por alqueire. Com o biológico isso vai custar aproximadamente R$20,00 por alqueire. E existe empresas que oferecem produtos biológicos, com custo intermediário de R$200,00 por alqueire.’’

O #SouAgro também visitou uma biofábrica, onde são produzidos insumos agrobiológicos e que depois são multiplicados na propriedade, como explicou o engenheiro agrônomo Brener Marra.

‘’Existem inúmeros produtos regulamentados no Brasil. Aqui tem aproximadamente 20 micro-organismos sendo produzidos. Eles já fazem parte do mercado, o crescimento é avido, é necessário produzir cada vez mais alimentos de forma sustentável e com maior rendimento econômico. É um caminho sem volta.’’

Confira a entrevista e reportagem completa aqui: https://www.youtube.com/watch?v=SrJWoVvWYbA